bandeira-brasil bandeira-usa

Endodontia

O que é tratamento endodôntico? Clínica Camila Dutra-endodontia

É a remoção do tecido mole que se encontra na parte mais interna do dente (câmara e canal), e que recebe o nome de polpa. Esta pode estar sadia ou infectada e, ao ser removida, é substituída por um material obturador.

Sempre que um dente dói, deve receber tratamento endodôntico?

Não. Os dentes podem ter resposta dolorosa a qualquer estímulo fora do normal: frio intenso, calor intenso, doce e salgado. Esses sintomas são observados em dentes cariados, em dentes com o colo exposto (retração das gengivas) e em dentes submetidos à carga intensa (durante a mastigação). Nestes casos, removendo-se a causa, cessa a sensibilidade.

Em quantas sessões se faz um tratamento endodôntico?

Quando a polpa é viva e sem inflamação, uma sessão é suficiente. Já se a polpa é viva e inflamada, em duas sessões o problema é resolvido. Com polpa mortificada, são necessárias mais sessões.

O tratamento é muito dolorido?

Com o uso da anestesia, o tratamento é indolor e, às vezes, nos casos de polpa mortificada, nem é preciso anestesiar. Pode ser desconfortável por ser necessário permanecer muito tempo com a boca aberta.

Após as sessões de tratamento, é comum sentir dor?

Não. O que pode acontecer entre as primeiras 48 a 72 horas é ficar com sensação dolorosa decorrente da aplicação do anestésico e da manipulação do dente. Este desconforto pode ser rapidamente resolvido com a ingestão de analgésico.

Um dente já tratado pode receber novamente tratamento endodôntico? Em que casos isso é necessário?

Sim, e acontece geralmente quando, no primeiro tratamento, não foi possível seguir os padrões exigidos limpeza (remoção de todos os microorganismos), preenchimento hermético do canal com o material obturador etc. Essas incorreções podem provocar lesões na ponta da raiz (periápice) do tipo abscessos e lesões crônicas.

Este tratamento é completamente eficiente?

Sim, desde que bem executado. Também é preciso que os outros procedimentos que reconstituirão o dente (restauração, coroas, incrustações, tratamento gengival, etc.) sejam igualmente bem executados.

O dente morre depois do tratamento?

Não, pois todo o suporte deste dente permanece vivo: osso, membrana periodontal (fibras que unem o dente ao osso) e cemento (camada que recobre as raízes).

O inconveniente é que, como é a polpa que confere sensibilidade ao dente, se o mesmo for novamente atacado por cárie, isso não será percebido, devido à ausência de sensação dolorosa.

Outro possível problema é que o dente torna-se mais frágil, e isso deve ser levado em conta no momento da execução da restauração definitiva, que, nesse caso, deve ter características diferentes.

Tecnologia a serviço da Endodontia

foto-endodontiaA Clinica Camila Dutra trabalha com o microscópio alemão da marca Zeiss, que é considerado o melhor do mundo. Com esse aparelho nós temos a melhor precisão de imagens que a tecnologia pode oferecer.