Saúde bucal na síndrome de Down

Publicado em 4 de agosto de 2017 | Artigos, Entrevista de TV
Especialista destaca cuidados com a saúde bucal de pessoas com síndrome de Down (Foto: Divulgação)

Especialista destaca cuidados com a saúde bucal de pessoas com síndrome de Down (Foto: Divulgação)

A síndrome de Down é uma condição genética que envolve algumas características específicas nas pessoas que a possuem, e felizmente já temos muitas informações científicas e médicas que nos permitem promover uma ótima qualidade de vida em todos. Além disso, a população também está mais consciente em relação às peculiaridades da síndrome de Down e alguns mitos já estão sendo desfeitos. Porém, quando se trata de saúde bucal, muitos profissionais da saúde, educação e também a família ou responsável por estas pessoas possuem muitas dúvidas.

Nestes casos, algumas alterações bucais também acontecem, e normalmente estão relacionadas à quantidade e ordem do nascimento dos dentes, formato e tamanho da língua, tônus da musculatura da face, entre outros. Além dessas alterações, as condições de saúde sistêmicas estão intimamente relacionadas à saúde bucal.

Na síndrome de Down podem ocorrer, com maior frequência, problemas cardiovasculares, no sistema respiratório e também do sistema imune (responsável pela defesa do organismo), além de maior susceptibilidade a desenvolver obesidade e diabetes. Todas estas condições formam um ciclo, em que se deve cuidar da boca também para promover a saúde de todo organismo.

Deve-se considerar também que as pessoas com síndrome de Down quase sempre desenvolvem doença periodontal, que é a inflamação da gengiva e dos tecidos de sustentação do dente. É preciso estar atento a todos os sinais, como a vermelhidão ou machucados na gengiva, sangramento na hora da escovação ou mesmo sem motivo e acúmulo de cálculo (tártaro). O avanço da doença periodontal pode causar inúmeros problemas para todo o organismo, inclusive a perda dos dentes. Por isso é necessário estar atento, fazer um tratamento e acompanhamento contínuos.

Portanto, a visita ao cirurgião dentista faz parte do processo de promoção de saúde das pessoas com síndrome de Down, e é ponto fundamental para a qualidade de vida e inclusão. Assim como em todos os casos é importante procurar por um profissional que transmita confiança, realize os procedimentos com tranquilidade e passe todas as orientações para os cuidados caseiros, que são fundamentais para o sucesso de tratamento. É necessário construir uma relação de parceria entre profissional, paciente e família, pois só assim é possível manter a saúde bucal e geral. Todos têm o direito de sorrir, e é por isso que devemos lutar e trabalhar todos os dias.

Por: Matheus Racy Mariusso*

Fonte: http://www.portalacesse.com/2017/07/29/saude-bucal-na-sindrome-de-down/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *