Cuidados por uma vida mais saudável

Publicado em 30 de junho de 2017 | Artigos, Entrevista de TV
Dentista

O doutor Matheus durante um de seus atendimentos (Foto: Naira Martins)

Quando o profissional da saúde, seja ele de qualquer área, decide direcionar sua atuação para pessoas com deficiência, acaba esbarrando em alguns estigmas que permeiam a sociedade. Constantemente a deficiência é associada à doença, sendo que essa relação não é verdadeira. Apesar de algumas condições tornarem os indivíduos mais susceptíveis a níveis mais precários de saúde, pessoas com deficiência não são pessoas doentes. A mudança deste olhar talvez seja um dos primeiros desafios para todos.

Partindo do principio, então, que não estamos cuidando de uma pessoa que carrega uma doença pela vida toda, como parte da sociedade ainda acredita, entramos em um novo questionamento: o que a saúde representa na vida de um ser humano?

Ter bons níveis de saúde pode ser um dos primeiros requisitos para que a pessoa consiga desfrutar de uma qualidade de vida. Portanto, o profissional da saúde tem a responsabilidade de prover as melhores circunstâncias possíveis para que a pessoa consiga viver plenamente, independente de qualquer condição que possa estar associada. É preciso saber que a pessoa com deficiência já enfrenta inúmeras barreiras (geradas por uma sociedade ainda não preparada) diariamente, e cabe a nós, portanto, não criar maiores desafios e facilitar essa caminhada, tonando este indivíduo antes de tudo, uma pessoa saudável.

Pessoas que desfrutam de boas condições de saúde conseguem se desenvolver melhor, e desde que tenham oportunidades e condições, podem desempenhar da melhor maneira possível seu papel na sociedade. E assim, entramos na esfera da inclusão, em que damos condições para qualquer pessoa usufruir de seus direitos e deveres como cidadão. Dessa maneira, promover e manter a saúde são pilares importantíssimos da inclusão social e também um papel abrangente de cidadania, afinal há a colaboração no equilíbrio da sociedade e de suporte ao próximo e também de formação de novos cidadãos.

Independente de ser dentista, enfermeiro, médico, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, ou qualquer outro profissional da saúde, há um papel de agente transformador da sociedade a ser exercido, e é preciso que todos os envolvidos enxerguem essa responsabilidade. Cuidar de alguém com deficiência exige amor, carinho, dedicação, empenho, trabalho e profissionalismo, mas acima de tudo, a consciência de que um atendimento, por mais simples que seja, pode ser a mola propulsora para a mudança de uma vida. É preciso possibilitar o desfrute de uma vida saudável, dar a estrutura, acreditar e enxergar além: o voo pode ser muito mais alto do que todos imaginam.

Por: Matheus Racy Mariusso*

Fonte: http://www.acesseportal.com.br/2017/06/28/cuidados-por-uma-vida-mais-saudavel/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *