Sobre Ortodontia

Publicado em 1 de fevereiro de 2013 | Artigos

A ortodontia tem lugar de destaque no tratamento do paciente, possibilitando melhoras estéticas e funcionais, e, desta forma, contribuindo na qualidade de vida das pessoas. Antigamente este tipo de tratamento era mais comum em crianças e adolescentes. Atualmente, no entanto, muitos adultos têm procurado o tratamento ortodôntico.

Uma dúvida freqüente entre as pessoas que procuram pelo tratamento ortodôntico é a idade. “Doutora , eu não estou muito velha para usar essas coisas?!” Absolutamente. O avanço das técnicas ortodônticas e a integração com outras especialidades (periodontia, prótese, implantodontia, por exemplo) proporciona resultados muito agradáveis. A idade por si só não é um fator limitante para o tratamento. “Mas Dra., e esse sorriso metálico?”. Isto também pode ser amenizado com o uso de aparelhos estéticos. Os aparelhos de porcelana (estéticos) podem proporcionar um efeito visual mais agradável àqueles pacientes mais tímidos.

Muitas são as razões para se procurar pelo tratamento ortodôntico: apinhamentos (dentes tortos), diastemas (dentes separados), melhorar posições dentárias proporcionando uma correta confecção de próteses, problemas oclusais (mordida) que podem interferir na articulação temporomandibular, causando grande desconforto.

O tratamento ortodôntico, hoje pode muito bem ser aplicado em adultos, possibilitando resultados muito satisfatórios. É importante salientar que uma integração entre as especialidades é imprescindível para o sucesso do tratamento. Há casos, por exemplo, em que o paciente perdeu alguns dentes e precisa de uma prótese para repor as perdas dentais. Os dentes presentes, contudo, apresentam-se mal posicionados. A ortodontia pode ser aí empregada para criar uma condição melhor para a confecção das próteses ou implantes.

Tudo isto sempre com um controle periodontal rigoroso. Em minha clínica, esta integração pode ser feita visando sempre o bem estar de nossos pacientes.

Um beijo.. Até mais…
Dra. Camila

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *