As etapas de um Sorriso

Publicado em 1 de fevereiro de 2013 | Artigos

Tudo começa com uma avaliação do que é preciso fazer para se alcançar um sorriso estético e funcional. Ou seja: um sorriso agradável acoplado a uma perfeita função mastigatória. A dentição do paciente é analisada por todos os ângulos e em todas as situações – falando, sorrindo, em repouso – a fim de que eu possa projetar o sorriso da maneira mais harmoniosa possível.

Às vezes, basta um clareamento a laser, que é mais rápido, eficaz e seguro. Mas há casos que existem intervenções de base mais profundas, como o combate a focos infecciosos, restaurações múltiplas, tratamento de canal, alinhamento do dentes, prótese fixa, implantes e até plásticas gengivais.

Um sorriso esteticamente perfeito deve ter dentes com tamanho adequados. Quando uma pessoa tem dentes que parecem pequenos demais, o sorriso se torna infantilizado, pouco desenvolvido. Isso quase sempre é culpa das gengivas que se projetam sobre os dentes. A plástica consiste em retirar delicadas “fatias” gengivais, para aumentar a área dental. Ao contrario, se o dente é comprido demais, talvez seja o caso de se fazer enxerto, com tecido extraído do céu da boca!

Em ambos os casos são cirurgias bem toleradas e podem ser feitas no próprio consultório. Outro procedimento que realizamos com muita freqüência são as facetas em resinas!

Com o passar dos anos e a evolução da tecnologia odontológica, as resinas, principalmente as importadas, evoluíram muito! Porém, mais importante que as resinas importadas, é a técnica do profissional, pois neste procedimento os dentes são esculpidos na própria boca do paciente!

Este é uns dos tratamentos em que o profissional tem de ser uma espécie de artista de escultura, pois é um trabalho minucioso que requer conhecimento e técnica apurada. Em minha clínica, até os nossos materiais de acabamento são importados, feitos especialmente para escultura. No final do tratamento só o próprio paciente tem a real noção de quanto isso vale a pena!

Um beijo.. Até mais…
Dra. Camila

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *